Autor da lei que retoma o programa de castração de cães e gatos no Estado de São Paulo, o deputado Estevam Galvão realizou nesta semana audiência com o secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin, para cobrar o atendimento aos municípios paulistas, em especial na região do Alto Tietê.

A intenção é que as cidades sejam atendidas ainda neste primeiro semestre. Além da castração, os cães atendidos pelo programa são microchipados, contribuindo para o controle populacional animal na cidade.

“Além de atender as famílias que não têm condições de castrar seus animais, contribuímos com o controle de cães e gatos de rua. É um programa importante, interrompido no passado pelo Governo do Estado, devido à falta de recursos, e retomado através de emenda de nossa autoria na Lei Orçamentária Anual 2018. Hoje o programa é lei e precisa ser executado”, afirmou o deputado.

Estevam também falou sobre a conscientização e ações educacionais voltadas para a causa animal. “Falta informação para a população e até mesmo capacitação dos agentes públicos para lidarem com a adoção de animais e problemas de saúde pública como leishmaniose e raiva”, apontou.

Para tanto, o deputado já está solicitando apoio do Estado para realização de cursos de capacitação para agentes públicos municipais com temas voltados para a causa animal. Os cursos também envolvem educadores desde o ensino fundamental, levando a informação para as salas de aula. “Ainda há muito o que avançar quando o tema é causa animal, mas juntos, com trabalho sério, conseguimos superar obstáculos e garantir melhorias no setor”, reiterou Estevam.