Decisivos para a eleição do presidente Edson da Paiol, os vereadores Neto e Santiago apostam em Câmara mais independente com o ‘G10’
Os dois vereadores, que fazem parte do grupo que conduziu Edson da Paiol à presidência da Casa impondo ao governo Mamoru a maior derrota política nos últimos seis anos, querem que a atual legislatura esteja cada vez mais independente/Foto: Glaucia Paulino/Divulgação

Armando Neto (Patriota) e Carlos Santiago (PSD), respectivamente, o principal nome de oposição ao prefeito Mamoru Nakashima e o vereador mais ativo da Câmara de Itaquaquecetuba em 2018, prometem repetir a dupla que, apesar de não ser sertaneja, é um sucesso na cidade.

Os dois vereadores, que fazem parte do grupo que conduziu Edson da Paiol (Podemos) à presidência da Casa de Leis impondo ao governo Mamoru a maior derrota política nos últimos seis anos, querem que a atual legislatura esteja cada vez mais independente e próxima da população do município.

Otimista com a mudança do comando da Câmara de Vereadores, Neto acredita que a Casa terá “mais gás” para fiscalizar as ações do prefeito Mamoru Nakashima pelos próximos dois anos e, consequentemente, mais ímpeto nas cobranças e busca por soluções para os mais diversos problemas que afligem a cidade.

O vereador do Patriota prevê um Legislativo mais independente na tomada de decisões importantes para a cidade.

“Sou um vereador de oposição ao prefeito Mamoru Nakashima, mas não de oposição à cidade. E o nosso G10 com sua independência vai garantir que muita coisa seja cobrada, que alguns trabalhos andem e que a prefeitura saia da zona de conforto dela e resolva os problemas da cidade”, explica.

Vereador mais ativo da Câmara, Santiago prevê um 2019 de muito trabalho e acredita que será o momento oportuno para que a cidade se sintonize com as pautas de Brasília do governo Bolsonaro.

A ideia dele é que a Casa de Leis esteja atenta à agenda nacional para tentar replicar medidas do governo federal na cidade, lutar por novos convênios e buscar recursos financeiros para o município.

“Estamos em um período de transformação no Brasil, com a forte renovação no Congresso Nacional, senadores e deputados federais com uma nova visão e uma nova política. Além disso, principalmente, temos um novo presidente que tem toda uma política econômica positiva para o País: precisamos tirar proveito disto para Itaquaquecetuba”, explica.

Santiago também pretende trabalhar em duas frentes para obter recursos para Itaquaquecetuba: a primeira é um canal direto com o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), na outra ponta o próprio PSD que tem forte influência no governo do Estado de João Doria (PSDB).

“Vou usar esse bom relacionamento na busca por recursos e investimentos para a nossa cidade. No mês passado, Bertaiolli já usou positivamente seu talento e garantiu a ampliação do Expresso Leste da CPTM na Linha 11 [Linha 11 Coral Luz- Estudantes]”, conta.

“Acredito que é hora de Itaquá reforçar seus pedidos, especialmente nas reformas das nossas três estações da CPTM, melhorias nos trens e menor intervalo”, acrescenta, lembrando que este será um dos seus pedidos em encontros futuros com lideranças do partido, membros do governo do Estado e o deputado mogiano.

Transparência e economia, as metas de Armando Neto 

Na mesa diretora da Câmara, ocupando a função de primeiro vice-secretário, Neto quer influenciar o presidente da Câmara a fazer os próximos dois anos de gestão mais transparentes, próximos da comunidade e a economizar recursos.

“Só retirei minha candidatura à presidência para apoiar do Dr. Edson depois que ele me garantiu que nosso pilar seria mantido: retorno das sessões para às 18 horas, independência e mais economia com os custos da Câmara”, afirma.

No quesito economia de recursos financeiros Neto quer ir mais longe: o vereador pretende trabalhar para que a Câmara mude para um endereço mais discreto, com um aluguel mais barato, até mesmo um prédio público, para que a prefeitura possa usar os recursos que gasta na Câmara na resolução dos problemas da cidade.

Por outro lado, Santiago promete manter em 2019 seu ritmo em indicações cobrando reparos, obras e melhorias em serviços na cidade. Junto com isso, ele diz ter em rascunho projetos de leis para a cidade e garante que vai apresenta-los nos momentos oportunos à população.