Contratações ganham força na indústria do Alto Tietê. Em abril foram criados 700 empregos
O Alto Tietê contabiliza uma alta de 5,58% no nível de emprego industrial / Foto: Divulgação

O nível de emprego industrial segue em alta no Alto Tietê e fechou o mês de abril/2018 com variação positiva de 1,07%, o que significou um aumento de aproximadamente 700 postos de trabalho – 300 a mais do total criado em março, como revela a pesquisa divulgada nessa quarta-feira, 16, pelo CIESP – Centro das Indústrias do Estado de São Paulo. No ano, Alto Tietê contabiliza uma alta de 5,58% no nível de emprego industrial, o que significa a geração de 3.450 postos de trabalho nas indústrias instaladas na região. Ao longo dos últimos dos 12 meses, a variação é de 8,18%, o que significa aproximadamente 4.950 empregos criados.

Diversidade da produção garante a evolução no nível e emprego no parque industrial da região

De acordo com informações da Fiesp e do Ciesp no Alto Tietê, no mês de abril, o Alto Tietê registrou o sétimo melhor desempenho entre as 35 regiões industriais paulistas, com um resultado bem superior à média do Estado, que foi de 0,44%. “A indústria da região tem mantido uma evolução positiva de desempenho, impulsionada pelo aquecimento da demanda e pelo fato de ter uma grande diversidade produtiva. É claro que o fôlego seria maior se as incertezas do cenário político não fossem tantas e os juros menores, mas as empresas têm, em sua maioria, conseguido ampliar a produção e, consequentemente, criar postos de trabalho”, ressalta José Francisco Caseiro, diretor do Sistema Fiesp/Ciesp no Alto Tietê. Em abril, o nível de emprego industrial na Região foi influenciado pelas variações positivas de Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos (5,84%); Produtos de Minerais Não-Metálicos (0,40%); Produtos Têxteis (0,15%) e Veículos Automotores e Autopeças (0,17%). O estudo abrange Biritiba, Ferraz, Guararema, Itaquá, Mogi, Poá, Salesópolis e Suzano.