Condemat discute com a AACD proposta de de atendimento para Região

0
0

Representantes do Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê se reuniram, na tarde desta quarta-feira (04/10), com o superintendente geral da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), Valdesir Galvan, para discutir a proposta da entidade para retomada e ampliação do atendimento de pacientes da Região na
unidade que funciona em Mogi das Cruzes.

A proposta inicial apresentada pela AACD contempla o atendimento de 300 pacientes das 10 cidades do Alto Tietê, incluindo as pessoas de Mogi que já realizam terapia na unidade. O Condemat, no entanto, manifestou a necessidade da ampliação da oferta de vagas para atender toda a demanda e também a inclusão de novas especialidades.

Nos próximos 15 dias, a direção da AACD deverá apresentar uma nova proposta de trabalho contemplando as solicitações feitas pelo Condemat, o que possibilitará a definição dos custos para cada cidade e a formatação final de um consórcio de saúde para viabilizar a parceria do Alto Tietê com a AACD. A expectativa é de que o atendimento para os pacientes da
Região, na unidade de Mogi das Cruzes, esteja disponível no início do próximo ano.

“Foi uma reunião produtiva, na qual pudemos ter uma ideia inicial de valores para viabilizar o atendimento da AACD para todos os municípios e na qual pedimos uma expansão de até 20% no número de atendimentos e de especialidades. Agora, enquanto os prefeitos avançam na formalização do consórcio, as equipes técnicas das cidades vão fechar o plano de trabalho com a AACD”, explicou Marcelo Cusatis, coordenador da Câmara Técnica de Saúde do Condemat.

Atualmente, a AACD atende 190 pacientes, todos eles de Mogi das Cruzes. A proposta em andamento com a entidade prevê que, através de um consórcio regional, outras 9 cidades sejam atendidas na unidade mogiana – Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano. Inicialmente, 110 novas vagas seriam criadas pela AACD para absorver os pacientes desses municípios, num total de 300 pacientes.

Na reunião, secretários municipais de Saúde do Alto Tietê e o prefeito de Salesópolis, Vanderlon Oliveira Gomes, apontaram a necessidade de ampliação das vagas para atender pacientes que precisarão passar novamente pela triagem da AACD e novos casos. Além disso, foi solicitada a inclusão de especialidades como fisiatria e neuropediatria para que os
casos existentes na Região não precisem ser deslocados para a Capital.

“A AACD tem total interesse em atender aos municípios do Alto Tietê e a forma mais indicada para que isso se viabilize é através de uma composição regional como a que está sendo trabalhada”, destacou o superintendente da AACD.

 


CLIQUE AQUI PARA SEGUIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK


 

COMPARTILHAR