Como criar sua startup com pouco investimento

0
134

Este é um resumo da minha apresentação no 4º Encontro do Alto Tietê Valley que aconteceu no dia 27 de abril de 2016 em Mogi das Cruzes, São Paulo

Na última quarta-feira realizamos o 4º Encontro do Alto Tietê Valley, que é uma comunidade de empreendedores da região do Alto Tietê, que fica há poucos quilômetros da capital paulista.

A ideia de criar a comunidade surgiu durante o Case 2014 (Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo) onde ficou claro para a gente que o universo de startups no Brasil é cada vez maior e movimenta bilhões de dólares. Mas o que chamou a atenção foi ver o quão forte estavam se tornando as comunidades de startups situadas em pequenas cidades, fora das grandes capitais. Inclusive a ideia do post 7 serviços (ou mais) que toda startup deveria conhecer também surgiu durante um almoço do Case 2014.

Nosso objetivo então é unir forças para fomentar a cultura de empreendedorismo na região e abrir espaço para a troca de informações e networking entre empreendedores e interessados no tema. A ideia é aprender e ensinar, sem panelinhas e sem enrolação. Você pode acompanhar a comunidade neste grupo do Facebook.

5 principais fatores para o sucesso de startups

Comecei a apresentação mostrando um estudo feito pelo americano Bill Gross e apresentado no TED de 2015 sobre fatores que influenciam o sucesso das startups. Olhando para as mais de 200 empresas que ele ajudou a fundar e para muitas outras no mercado, ele encontrou estes 5 fatores como sendo os principais para o sucesso de uma startup:

Destes 5 fatores, ele fez uma relação porcentual entre sucesso e fracasso em cada um para descobrir qual fator é mais decisivo. O resultado é super interessante e só prova o quanto precisamos saber validar nossas ideias para entender se nosso público está preparado para a solução que encontramos.

 

Um exemplo que Bill cita é o Airbnb, que ninguém acreditava que iria dar certo, mas que foi lançado no momento correto, durante um período de crise, em que as pessoas gostariam de fazer um dinheiro alugando seu apartamento para estranhos. Vimos também tantas plataformas de vídeos serem lançadas em uma época em que a banda larga ainda não era tão disseminada, a tecnologia para assistir vídeos nos navegadores era horrível, e o Youtube conseguiu chegar no mercado no momento certo.

Outro exemplo que gosto de citar é o Skype, que trouxe diversas funcionalidades fenomenais como a ligação gratuita entre pessoas que tivessem o aplicativo, mas que só com a chegada do WhatsApp e com o lançamento desta funcionalidade por eles em 2015 é que as pessoas realmente começaram a usá-la.

Você pode conferir o vídeo do Bill no TED na íntegra aqui.

Ferramentas que você vai precisar

Citei algumas ferramentas que reuni para ajudar no processo de desenvolvimento de um negócio e validação de uma ideia, são elas:

Business Model Canvas

Enquanto o plano de negócios nos ajuda a visualizar a viabilidade econômica de um projeto, o Business Model Canvas é a ferramenta ideal para você definir seu produto e colocar a ideia no papel. O melhor de tudo, você vê tudo em uma única página
Teve uma ideia? Coloque ela no papel: http://businessmodelgeneration.com/

Minimum Viable Product (MVP)

Após colocar sua ideia no papel é hora de validar se a sua solução realmente resolve o problema de alguém. Para isto você pode criar um protótipo do seu produto, algo simples, como o sistema que criamos em 7 dias quando tivemos a ideia de lançar o AppTicket. Você pode saber um pouco mais da nossa história aqui.

Pesquisa elegante

Typeform é ideal para criar pesquisas e compartilhar em grupos que sejam importantes para o seu produto. Ele compila as respostas em belos gráficos e poderá te dar ótimos insight sobre sua ideia. O Gustavo da AZClickcomentou na palestra dele que também usa bastante esta ferramenta, é bem útil.
Site: www.typeform.com

Um logo para chamar de seu

Os designers piram com o Hipster Logo Generator, mas para aqueles que tem toc e querem de cara um logotipo para o seu projeto, este site ajuda a aliviar esta necessidade inicial 😉
Use com moderação (e não perca muito tempo com isso): www.hipsterlogogenerator.com

Sites prontos gratuitos

Para validar sua ideia não precisa gastar milhares de reais e meses de desenvolvimento com um site cheio de firulas. Com o Templated, você pode baixar templates prontos e depois pagar o almoço de um amigo programador seu para que ele te ajude a trocar as imagens e textos. Quando você tiver ganhando dinheiro com sua startup, ai sim contrate este seu amigo, ou por que não chamar ele para ser seu sócio logo no início?
Site: www.templated.co

Landing page sem trabalho

Já com o Lander você cria a landing page da sua startup em poucos minutos, grátis por 14 dias e depois $37 dólares por mês no plano básico.
Site: www.landerapp.com

Tenha uma equipe internacional

Uma das minhas ferramentas prediletas é o Fiverr, com ele é possível contratar todo tipo de serviço por $5 dólares, desde um secretário na Índia, até um programador na China. Claro que, dependendo do que você for precisar o custo pode ser um pouco maior, mas com certeza dá para desenvolver o que você precisa para validar a sua ideia com poucos dólares.
Site: www.fiverr.com

Mande e-mails elegantes

Com o Mailchimp você manda e-mails “like a pro”. No plano gratuito é possível ter até 2 mil e-mails inscritos em sua base e disparar até 12 mil e-mails por mês. Além disso, é possível usar as ferramentas dele para criar e-mails que ficam perfeitos nos principais webmails do mercado.
Site: www.mailchimp.com


Foi uma experiência sensacional dividir um pouco do que aprendemos com o pessoal do Alto Tietê Valley. Finalizei a apresentação deixando os pontos que mencionei e que reforço que foram importantes para nós aqui no AppTicket:

 

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO