Com Marcelo Candido ‘escondido’, PDT anuncia apoio a Márcio França na disputa com Doria
A sigla esteve no primeiro turno com o ex-prefeito de Suzano Marcelo Candido como candidato/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi

Nessa segunda-feira, 15, o PDT declarou apoio a Márcio França (PSB) na disputa pelo governo de São Paulo contra João Doria (PSDB). A sigla esteve no primeiro turno com o ex-prefeito de Suzano Marcelo Candido como candidato.

Por ter sua candidatura rejeitada pela Justiça Eleitoral, a votação de Candido não foi contabilizada/divulgada ao final do primeiro turno da eleição ao governo de SP. O fato é que: ou Candido tem procurado se esconder em razão do problema com a Justiça Eleitoral e/ou do mal resultado nas urnas ou então está sendo deliberadamente esquecido/escondido pelo comando do PDT e pela campanha de Marcio França.

Nessa segunda-feira, a aliança foi formalizada pelo presidente nacional da legenda, Carlos Lupi. Ele lembrou que o momento marca uma reaproximação entre os dois partidos, que quase fecharam uma chapa em agosto. “Éramos para estar juntos no primeiro turno”, disse.

A coligação foi inviabilizada na ocasião pela posição de neutralidade do PSB na corrida presidencial. Por um palanque a Ciro Gomes no estado, a candidatura de Candido foi costurada de última hora. França já tinha anteriormente o apoio de Paulo Skaf (MDB) e Major Costa e Silva (DC). Doria, por sua vez, está com Rodrigo Tavares (PRTB).