Charlinho, o novo presidente da Associação Comercial de Poá, revela prioridades. Mudança para a sede própria será neste ano
Charlinho que é comerciante, promotor de eventos e empresário em Poá revelou que o objetivo principal do seu trabalho será o de transferir a Associação Comercial para sua sede própria e definitiva/Foto: Divulgação

O novo presidente da Associação Comercial e Industrial de Poá, Rodolfo Zaharansky, o Charlinho, de 58 anos, antecipou ao Jornal Oi tão logo que terminou o processo eleitoral que definiu na tarde desta segunda-feira, 11, a nova diretoria da entidade, quais serão as primeiras e principais ações do seu mantado.

Charlinho que é comerciante, promotor de eventos e empresário em Poá revelou que o objetivo principal do seu trabalho será o de transferir a Associação Comercial para sua sede própria e definitiva.

O novo presidente da Associação Comercial e Industrial destacou que o governo do prefeito Gian Lopes (PR) cumpriu com a promessa de doar um imóvel para a sede própria da entidade que representa os lojistas e comerciantes do município.

“Não conseguimos aprovar o projeto de reforma do imóvel até o final do ano passado, como era o nosso objetivo, mas trabalho com a possiblidade de fazer as primeiras adequações necessárias nos próximos 90 dias. Com a nova sede definitiva vamos ampliar a oferta de serviços aos lojistas de Poá”.

“Somente por meio da ampliação dos serviços é que a Associação Comercial poderá atrair  novos associados, crescer e contribuir ainda mais para o desenvolvimento do comércio e da indústria em Poá”.

O novo presidente que deverá ser empossado oficialmente para um mandato de quatro anos no dia 11 de março, acrescentou que vai dar continuidade ao trabalho desenvolvido nos últimos 48 meses pelo presidente Francisco Quintino e que o combate ao comércio ambulante continuará sendo prioridade.

“Vamos buscar a experiência de outras associações, como a de Suzano, para ampliar em parceria com o poder público a fiscalização ao comércio ambulante e cobrar um reforço na segurança no centro comercial da cidade”, argumentou Charlinho que quer uma integração maior entre as associações comerciais da região.

Charlinho que tem descendência húngara também disse que os comerciantes esperam por investimentos da prefeitura em obras e ações para revitalização da avenida Nove de Julho e lembrou que neste ano de 2019 o centro de Poá não sofreu com enchentes e que isso é fruto do esforço do governo do prefeito Gian Lopes para colocar o piscinão em funcionamento.