Armando Neto Candidato à presidência da Câmara de Itaquá destaca principais ações de 2018
Durante todo o ano, Neto integrou o que pode ser batizado como oposição de um só homem/ Foto: Glaucia Paulino/Oi Diário
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O vereador Armando Neto (Patriota) confirmou nesta segunda-feira, 10, ao participar do “Vai Encarar?” que é candidato ao cargo de presidente na Câmara de Itaquá. Armando Neto que é filho do ex-prefeito Armando da Farmácia destacou durante a entrevista a Live, que teve a duração de pouco mais de uma hora, que pretende tornar o Legislativo mais transparente no caso de ser eleito.

A votação está prevista para próxima segunda-feira, 17. Neto informou ainda que pretende modificar o horário das sessões ordinárias que atualmente são realizadas às 15 horas.

“Esse horário impede que as pessoas que trabalham de acompanhar a sessão. Se for eleito presidente, as sessões voltarão para o horário das 18 horas e também vou levar a sede da Câmara de volta para o prédio antigo (que fica ao lado da antiga sede da Delegacia Central de polícia) e devolver o prédio atual para os donos e com isso vamos economizar cerca de R$ 80 mil por ano. Esse dinheiro será devolvido para a prefeitura”, argumentou o vereador que destacou o apoio que vem recebendo do colega e vereador Santiago do PSD.

“Diversos vereadores estão nos procurando. Eles são da base de apoio (do governo do prefeito Mamoru Nakashima) e falam que pretendem votar em minha chapa, mas temem sofrer pressão do governo, mas acredito que temos boas chances de vencer essa eleição. Não estou aqui fazendo falsas promessas, mas tenho ideias e projetos para gerar economia à Câmara e facilitar o acesso da população aos nossos trabalhos e tornar o Legislativo mais transparente e isso será bom para os vereadores, para o governo e para a cidade”, destacou.

Durante a Live, Armando Neto chamou a atenção para os graves problemas que a cidade está atravessando. “Até sexta-feira (dia 7) ninguém em Itaquá tinha informações sobre a concorrência pública que a prefeitura teria de abrir para melhorar o transporte coletivo em Itaquá. Espero sinceramente que o governo apresente nos próximos dias uma solução para que a população não seja prejudicada”, disse o vereador.

Ele reforçou que o contrato da empresa que presta os serviços de transporte por meio de concessão da prefeitura vai terminar no dia 17 de dezembro e que não descarta a possibilidade de pedir o afastamento de Mamoru do cargo no caso de a solução que a prefeitura obrigatoriamente terá de apresentar (nos próximos dias) não atenda as necessidades da população que depende do transporte coletivo nas linhas municipais em Itaquá.

O vereador e candidato a presidente da Câmara também falou sobre problemas que a cidade estaria enfrentando com a merenda escolar (onde uma empresa contratada em caráter emergencial) teve seu contrato prorrogado pelo governo de forma pouca transparente.

Ele citou ainda eventuais abusos da prefeitura em um contrato para coleta e destinação do lixo domiciliar na cidade e acrescentou que o governo de Mamoru Nakashima precisa achar solução para problemas identificados em contratos da prefeitura com entidades que fez a gestão por meio de convênios em creches municipais.

Neto que garantiu não torcer pelo fracasso do governo, afirmou que a prefeitura e a cidade estão em situação muito precária do ponto de vista financeiro e econômico e que por esse motivo muitas lideranças políticas já estariam se lançando para concorrer à prefeitura em 2020.

“Neste momento ainda é cedo para a gente fazer projeções, será preciso analisar o primeiro ano do governo do presidente Bolsonaro (e também do governador João Doria) para que tenhamos um cenário mais claro dos candidatos e projetos (de governo) para a eleição de 2020”, argumentou Armando Neto.

Confira toda a entrevista no site e no Facebook do Oi Diário.