Assista aos dois gols marcados por Bolt em seu 1º jogo como titular
Jamaicano mostra oportunismo e canhota calibrada na vitória do Central Coast Mariners/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

Usain Bolt tem um recado para os que pensaram que sua imersão no futebol se tratava de brincadeira ou, quem sabe, apenas uma jogada de marketing: vocês estavam errados.

Na manhã dessa sexta-feira, 12, o jamaicano tricampeão olímpico foi titular pela primeira vez em um jogo amistoso do Central Coast Mariners, da Austrália, e anotou dois gols na vitória por 4 a 0. Muito além da velocidade que lhe rendeu a alcunha de homem mais rápido do mundo, ele mostrou oportunismo e uma canhota calibrada de dar inveja a muito atacante por aí.

Durante a semana, o técnico Mike Mulvey avisou que era grande a possibilidade de Bolt ser titular. O ex-velocista vem treinando na equipe australiana há aproximadamente dois meses e fez sua estreia como jogador profissional em um amistoso no dia 31 de agosto, entrando no segundo tempo. Além disso, jogou outros 45 minutos em um jogo-treino, este de portões fechados. Vem trabalhando, trabalhando e trabalhando…

Nessa sexta, o grandalhão de 1,95m de altura destacava-se entre os titulares no amistoso contra o Macarthur South West United. Ainda um pouco desengonçado, mas com a velocidade que lhe é peculiar e, sobretudo, muita vontade. Jogou no ataque: ora um legítimo centroavante, ora caindo mais pela esquerda.

Quase marcou ainda no primeiro tempo, completando de cabeça o cruzamento que saiu da esquerda. A bola tirou tinta da trave. O time de Bolt vencia por 2 a 0 até o intervalo, mas as centenas de pessoas que foram ao estádio numa ação beneficente – a renda será convertida para uma instituição de pesquisa sobre o Mal de Parkinson – queriam mesmo era testemunhar um gol do jamaicano. E ele saiu no segundo tempo.

Aos 10 minutos, Usain Bolt foi lançado no ataque, correu para chegar na frente do marcador, colocou o corpo na frente e bateu firme de canhota, a bola morrendo no cantinho do goleiro. Para provar que o Raio cai, sim, duas vezes no mesmo lugar – com o perdão do trocadilho -, ele fez o segundo logo em seguida aproveitando a bobeira da defesa adversária e tocando para o gol vazio.

Ainda não se sabe se Usain Bolt será um jogador profissional, uma vez que o acordo em vigor prevê sua participação apenas na pré-temporada do Central Coast Mariners, sem contrato ou algo do tipo. Vive, portanto, um genuíno período de testes – o próprio técnico da equipe disse que quer dar tempo a ele, mas que em janeiro poderá ter uma ideia concreta do que poderá ser feito.