Ashiuchi busca no Ministério das Cidades mais dinheiro para a conclusão da Marginal do Una

0
44

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR), participou de uma reunião de trabalho na sede do Ministério das Cidades, em Brasília, com a finalidade de buscar novos recursos para a conclusão da obra da avenida Governador Mário Covas Júnior, a Marginal do Una.
O encontro, que ocorreu na última terça-feira, contou com a participação do secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Elvis Vieira, do deputado federal Márcio Alvino (PR), da gerente de projetos da pasta federal, Paula Nóbrega, e da gerente de planejamento, Martha Martorelli. A audiência tratou da possibilidade da participação de Suzano no programa “Avançar Cidades”, do governo federal, que é voltado para o financiamento em mobilidade urbana. A conclusão da obra Marginal do Una, iniciada em gestões anteriores e interrompida nos últimos anos, e a requalificação de ruas na região do quadrilátero central podem ser candidatas a receberem investimentos. O Ministério das Cidades orientou os gestores de Suzano a apresentarem os documentos necessários para a inscrição da Marginal do Una.

Esse possível investimento se somaria ao valor já obtido, de R$ 12 milhões, em maio deste ano, por meio de contrato de financiamento entre a Prefeitura de Suzano, a agência estadual de fomento – Desenvolve SP e a Caixa Econômica Federal (CEF), para a conclusão da obra da Marginal do Una. A assinatura ocorreu em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes. Na opinião do prefeito, o trabalho coletivo em torno da conclusão das obras de infraestrutura é fundamental para a promoção de uma melhor qualidade de vida da população e para a expansão do potencial econômico, logístico e técnico da cidade. “O crescimento do município não é o resultado do trabalho de apenas uma pessoa, mas da união de esforços em todas as frentes, com homens e mulheres empenhados em fazer de Suzano um lugar melhor”, destacou Ashiuchi.

Reconstrução da avenida ainda não tem prazo para começar

O governo de Suzano trabalha com a expectativa de anunciar até o final deste mês a finalização de todo o processo burocrático (que envolve a Caixa Federal e o Desenvolve – SP) e dar início a licitação para a contratação da empresa que irá finalizar essa avenida que começa na SP-66 (rua Prudente de Moraes) e faz ligação com a rodovia Índio Tibiriça. A verba de R$ 12 milhões foi autorizada (por meio de financiamento) pelo governo do Estado ainda no 1º semestre deste ano. O impasse, neste momento, estaria na Caixa Federal que já deu seu ok para a liberação de cerca de R$ 3,5 milhões que serão usados na finalização da Arena do Max Feffer.

Obra iniciada há 20 anos é um atestado de incompetência de políticos

A Marginal do Una começou a ser construída em meados da década de 1990 e tinha como objetivo desafogar o trânsito na área central e promover o crescimento econômico da cidade.
O fato é que a frota de carros e caminhões aumentou em até dez vezes nos últimos 20 anos e a avenida nunca ficou pronta. Entre 2005 e 2009 o ex-prefeito Marcelo Candido conseguiu finalizar uma das pistas (sentido Tibiriça – Prudente de Moraes). O governo do ex-prefeito Tokuzumi nada fez apesar de ter tentado obter um financiamento de R$ 75 milhões para este projeto. Todas as expectativas estão voltadas para o que o atual governo suzanense (com Ashiuchi a frente) conseguirá fazer.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO