Após cobrança do Oi, governo diz que extensão da Sete de Setembro deve ficar pronta até junho de 2019
A extensão dessa via foi prometida na gestão do ex-prefeito Tokuzumi, uma das mais medíocres da história de Suzano/Foto: Divulgação
Governo do Estado de São Paulo ( Detran )

Neste final de ano a reportagem do Jornal Oi questionou a Prefeitura de Suzano sobre o andamento (e previsão para entrega) de obras que já deveriam estar prontas e sendo utilizadas pela população.

A extensão da rua Sete de Setembro (entre as avenidas Roberto Simonsen e a Paulista) é uma dessas obras. A extensão dessa via foi prometida na gestão do ex-prefeito Paulo Tokuzumi (uma das mais medíocres da história de Suzano), mas nada foi feito.

Em 2017, primeiro ano da gestão do atual prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) prometeu-se resolver em seis meses o que Tokuzumi não resolveu em quatro anos de mandato.

Na metade de 2017 a Prefeitura informou que a extensão da Sete de Setembro poderia ficar pronta em dezembro (de 2017), mas essa previsão não se confirmou.

Já estamos em dezembro de 2018 e a obra ainda não foi finalizada. Neste fim de ano o Oi cobrou do governo um balanço do que já foi feito e uma previsão (confiável) de quando essa extensão será finalizada. Confira os esclarecimentos do governo.

Jornal Oi – Quantos % da obra da extensão da Sete de Setembro já foi feito? O que já foi feito no local? O que ainda falta fazer nesta obra? E qual o custo total estimado? O secretário Elvis informou no início do mês que a meta é entregar a obra no aniversário de Suzano em 2019 – essa previsão pode ser confirmada?

Governo de Suzano – De acordo com a Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos (Upae), as obras de prolongamento da rua Sete de Setembro resultarão no acesso do entroncamento com a avenida Senador Roberto Simonsen, na Cidade Cruzeiro do Sul, até a avenida Paulista, no Jardim Monte Cristo. O trecho será estendido em 730 metros, por 22 de largura, facilitando a mobilidade urbana naquele ponto, além de ajudar a desafogar o trânsito local.

Os serviços estão divididos em duas etapas. A primeira compreende estudo de nível, limpeza, terraplanagem, escavação e aplicação de sub-base. “Estamos agora iniciando os trabalhos para base. Vamos concluir essa etapa no começo do ano que vem e, em seguida, iniciaremos a etapa dois, a de pavimentação”, detalhou o engenheiro André Sintra, da Ross Locação e Construção, empresa vencedora do certame licitatório.

A obra está orçada em R$ 999.443,66 e é custeada pelo Ministério das Cidades, com contrapartida da Prefeitura de Suzano. A expectativa é de que o prolongamento da rua Sete de Setembro seja terminada até junho do ano que vem.