Aos 79 anos, morre o ex-presidente do CCMC Roberto Pires
O velório teve início às 19 horas de hoje. Já o sepultamento foi agendado para às 11 horas desta quarta-feira/ Foto: Divulgação

Morreu às 13 horas desta terça-feira, 7, o ex-presidente do Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC) Roberto da Silva Pires.

O advogado, cartorário e tabelião titular do 1º Cartório de Notas, Protesto, Letras e Títulos de Mogi das Cruzes tinha 79 anos e estava internado no Hospital Ipiranga, em Mogi das Cruzes, desde domingo, 5, quando deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com quadro de Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico.

Associado ao CCMC desde 1977, Roberto Pires presidiu a entidade por duas gestões – de 1993 a 1997 e de 1999 a 2003. Vale ainda ressaltar que, da década de 1980 em diante, o mogiano ocupou outros cargos de igual importância nos quadros do CCMC, como vice-presidente e diretor.

Em razão de sua relevante participação na história da entidade, Roberto da Silva Pires detinha o título de sócio-benemérito e, a exemplo de outros que comandaram o Clube de Campo na qualidade de presidentes, era conselheiro vitalício do Conselho Deliberativo. Casado com Maria Aparecida Hardt Pires, a Cidinha Pires, o saudoso associado deixa filhos e netos.

O atual presidente da Diretoria-Executiva do CCMC, Pedro Paulo Gonçalves, e o presidente do Conselho Deliberativo da entidade, Ivan Lorena Vitale Junior, lamentam o falecimento do senhor Roberto Pires.

Neste momento de dor, Pedro Paulo e Ivan Lorena Vitale Junior, representando todos os que fazem parte da Diretoria-Executiva e do Conselho Deliberativo do CCMC, bem como os associados da entidade recreativa, se sensibilizam com os familiares e amigos de Roberto Pires, ao passo em que ambos têm a certeza de que fica a saudade e o exemplo de um homem íntegro, que faz parte não apenas da história do Clube de Campo, mas, também, do município de Mogi das Cruzes.

As últimas homenagens a Roberto da Silva Pires serão feitas no Cemitério Parque das Oliveiras (rua Coronel Cardoso de Siqueira 3.013 – Vila Oliveira). O velório teve início às 19 horas de hoje. Já o sepultamento foi agendado para às 11 horas desta quarta-feira, 8 . Com pesar e eterna admiração e gratidão

Junji presta homenagem a Roberto  Pires 

O deputado federal Junji Abe (MDB) prestou, no Plenário da Câmara Federal, nesta terça-feira, uma homenagem a Roberto da Silva Pires.  “Nossa Cidade adormeceu mais triste, sem a alegria, o dinamismo e o peculiar carisma do Roberto, um batalhador incansável na defesa de ações educativas, culturais e dos esportes para valorizar o ser humano, promover a cidadania e ajudar a formar adultos dignos”, manifestou-se Junji.

A relevância dos serviços prestados para o desenvolvimento do clube rendeu-lhe uma homenagem em vida: a Arena Poliesportiva, inaugurada nas dependências da instituição no ano passado, foi batizada com seu nome.

No campo das ações sociais, relatou Junji no documento encaminhado para registro nos anais da Casa, Silva Pires “guarda um vasto histórico de atuação para o desenvolvimento humano, por meio de atividades educativas, em prol da melhoria da qualidade de vida de crianças, adolescentes e jovens, assim como de suas famílias”.

Ele registrou anos de trabalho para promoção da cidadania, educação e profissionalização no tradicional Instituto Anna de Moura, de onde era o 1º vice-presidente.

Segundo Junji, “personalidade destacada que foi, Roberto perseguiu seus ideais não se detendo por obstáculos”.

E acrescentou. “Roberto cumpriu rigorosamente o que Deus lhe permitiu para servir a comunidade mogiana, consolidando-se como inspiração para outras lideranças e como exemplo de patriarca que valoriza a família, como sustentáculo da evolução da sociedade”, pontuou o deputado, apresentando votos de pesar aos familiares e aos amigos, como ele, “rogando pelo conforto divino em meio à tanta tristeza”.