Alvo de vandalismo, USF do Piratininga reabre nesta terça em Itaquá
O local passou por reparos como troca de telhas, pintura, consertos da parte elétrica e hidráulica/Foto: Osvaldo Birke e Divulgacao

A Unidade de Saúde da Família (USF) do Parque Piratininga, em Itaquá, irá reabrir com atendimento parcial nesta terça-feira, 29, após ter sido vandalizada na madrugada do dia 24 e deve ter o funcionamento normalizado na quarta-feira, 30.

O local passou por reparos como troca de telhas, pintura, consertos da parte elétrica e hidráulica. Aproximadamente 700 pessoas são atendidas por dia na USF e tiveram as suas consultas reagendadas.

Os criminosos quebraram telhas, estouraram as caixas d´água, arrebentaram o encanamento, e tudo isso, gerou o alagamento da unidade, comprometeu a parte elétrica com a perda de equipamentos como computadores e documentos importantes.

Nos últimos 30 dias as unidades de saúde de Itaquaquecetuba vem sofrendo ataques muito semelhantes ao ocorrido nesta madrugada, no Piratininga foram três ataques, Pequeno Coração, Marengo e Recanto Mônica sofreram um ataque cada.

O secretário de Saúde, William Harada, chamou de sabotagem os atos ocorridos nos postos.

“Infelizmente a Unidade de Saúde do Piratininga foi fechada devido à sabotagem, quebraram o telhado, entraram pelo forro, quebraram um cano da caixa d’água e alagou a Unidade inteira, danificando prontuários de pacientes, computadores, instalação elétrica, desde sempre combatemos a “cultura” politiqueira do “quanto pior melhor””, disse Harada.

Já o prefeito Mamoru Nakashima disse que todos os ataques estão sendo apurados.

“Estamos investigando e consideramos todas as hipóteses, quem faz isso acha que está prejudicando a administração, mas na verdade está atrapalhando a vida das pessoas que precisam da unidade. O prejuízo financeiro é pequeno perto da perda dos pacientes, mas já estamos tomando todas as medidas para reabrir a unidade o quanto antes. Também iremos ampliar as rondas da Guarda Civil Municipal nestes locais”.

Quem tiver informações que possa ajudar a prefeitura a identificar os responsáveis pode enviar pelo serviço de WhatsApp Alô Prefeitura (11) 99374-6112, o sigilo é garantido.