A vida é um sopro
Não tenha vergonha de ser intenso, pois não há tempo que volte. A gente só leva daqui o amor que a gente deu e recebeu/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

Muitos vivem como se nunca fossem morrer. A morte é a nossa única certeza da vida.
Nascemos, crescemos e passamos a vida sem muitas vezes perceber que tudo é tão passageiro.

Um dia você está ao lado de uma pessoa querida e amada e no outro dia essa pessoa lhe deixa de repente.

Passamos nossos dias batalhando, lutando por um amanhã melhor e muitas vezes nos esquecemos de viver momentos especiais ao lado de nossa família ou de um amigo especial.

Tudo tem que ser muito programado, data e hora para ser feliz, porém vemos que não deveria ser assim e simplesmente devíamos VIVER, pois num sopro tudo pode acabar.

O amanhã nunca sabemos como será. Nos planejamos, porém se planejar não é garantia que acontecerá exatamente como imagina. O futuro é hoje. Viva o hoje.

Veja só o que aconteceu com o grande jornalista Ricardo Boechat. Estava tudo bem, conforme ele imaginava ser seu dia de trabalho. Havia palestrado, estava retornando de sua atividade e de repente tudo acabou.

Não tenha vergonha de ser intenso, pois não há tempo que volte. A gente só leva daqui o amor que a gente deu e recebeu. Por isso, ame mais, cuide mais, viva mais. Não precisamos muito para viver. Vamos ser feliz! Ame agora, fale agora, abrace agora! A Vida é um sopro.