1° Fórum Suzanense sobre como enfrentar os desafios das drogas está com inscrições abertas
O evento será no próximo sábado, das 9 às 17 horas, nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi em Suzano/ Foto: Irineu Junior

Por: Marcelo Prado Jr.

O Anfiteatro Orlando Digenova, nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi em Suzano, receberá no próximo dia 9 de junho (sábado) o 1° Fórum Suzanense Sobre “Como Enfrentar o Desafio das Drogas nas Famílias”. O evento será das 9 às 17 horas. Os interessados podem se inscrever por meio do link – http://forumcomoenfrentarodesafiodasdrogasnasfamilias.contato.site/cadastroparaparticipar. O valor da inscrição é de R$ 20.

A iniciativa tem a realização da Igreja Brasil para Cristo e conta com a colaboração do Grupo de Apoio Amando Vidas, que tem a frente o assessor de Direção, Dario Rocha. Durante o evento serão ministradas cinco palestras abordando temas de como os familiares devem proceder para enfrentar o desafio de ajudar o dependente químico e a prevenção de uso de drogas.

As palestras serão proferidas por Miguel Tortelli (vice-presidente da Federação do Amor Exigente e coordenador do Programa Mães de Luz); Romina Miranda (jornalista, escritora, terapeuta familiar e pós-graduada pela UNIFESP); André Nunes (psicólogo com mais de 18 anos na atuação de recuperação de dependentes químicos e apoio e orientação às famílias); Welinton Silva (criador do projeto Escola Blindada Por um Futuro Sem Drogas); e o cabo Augusto (atua há oito anos com o projeto PROERD na prevenção das drogas no ambiente escolar).

De acordo com o Dario Rocha, durante as palestras terá um espaço aberto para as perguntas do público presente. “A ideia do Fórum é uma iniciativa em comemoração ao Dia da Justiça Social, que é celebrada no dia 9 de junho. Todas as igrejas Brasil para Cristo do Estado de São Paulo farão uma ação parecida. E neste primeiro Fórum em Suzano resolvemos abordar o tema de prevenção às drogas. O objetivo é orientar os participantes com informações e dando ferramentas para as famílias poderem ajudar os dependentes químicos. O papel da família é fundamental neste processo”, exalta Rocha.

Ainda de acordo com Rocha, as famílias que precisarem de ajuda para acompanhamento dos dependentes químicos podem comparecer, também, nas reuniões que acontecem na igreja Brasil para Cristo que fica na Vila Maluf em Suzano (rua Doutor Aniz Fadul, 693). O grupo faz uma triagem e trabalha o dependente químico. Mais informações: 4747-4332. Ou pela página do grupo no Facebook – Grupo de Apoio Amando Vidas.